Eu tenho a força?

 Tudo posso [em Cristo] naquele que me fortalece. Filipenses 4:13

Texto muito conhecido…Fora do seu contexto. Citado assim, solto, dá uma ideia de poder, quase como se fosse um amuleto, uma frase mágica que pode te transformar em…

Sintoma de uma época em que vale mais o discurso de uma fé ufanista que as ações derivadas da fé sincera. Entretanto, basta uma olhada no versículo anterior para desfazer o erro: Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação.  Esse é um segredo importante para uma vida, em todos os sentidos, saudável. E um princípio cristão inegociável, praticado durante os últimos dois milênios por todos aqueles que foram tocados pela verdadeira paz que “excede todo entendimento” (v. 7).

Isso não é estoicismo. Nada de indiferença filosófica. É o fruto de uma fé madura. Não é tornar-se um tipo de robô incapaz de sentir. Não é ser “forte” no sentido de reprimir a todo custo nossos sentimentos. Pelo contrário, até  o Jesus chorou!(Jo 11:35)

É conhecimento e é mais que conhecimento! Todo ensino passa pelo intelecto, mas ele precisa frutificar, ser incorporado ao nosso ser de tal modo que passe a ser parte da nossa natureza. Paulo chama isso de ter a “mente de Cristo”(1 Co 2:16). Isso se dá por meio da prática (Fp 4:9). Paulo não era indiferente ou insensível, ele sentia as dores como todos nós, mas sabia que por meio de tudo isso ele era conduzido a algo melhor.

É uma grande ajuda, quando você passa por dificuldades, saber o seu objetivo. Quando isso acontece, as coisas não parecem mais tão assustadoras e você consegue ver os raios de sol num dia nublado.

Filipenses

E existe um “lado b” nesta fita (80’s), o texto reconhece que mesmo coisas aparentemente boas podem produzir resultados ruins. Vivemos um tempo de abundância – apesar das crises – se comparado à épocas passadas, e nossa geração é uma das mais iludidas com todas estas coisas que são apenas temporárias. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, ensina o apóstolo!

Paulo já aprendera (2ª Co 12:09) que o poder de Deus se manifesta na fraqueza humana. Com isso em mente, podemos entender o texto como “eu tudo posso suportar, mesmo as coisas boas, em Cristo que me fortalece”. Este é um contentamento que independe das circunstâncias exteriores.

Que tal praticar um pouco deste contentamento com tudo o que você tem HOJE?

Essa é a fortaleza inabalável de quem é fortalecido por Cristo!

Isaías Oliveira é membro na IBBR.
Escreve para o blog semanalmente.

A opinião expressa neste blog é responsabilidade do autor.