Esboços

A história de Deus e o Deus da história – Os Históricos

Posted by | Blog do Osmar, Esboços | No Comments

Sem títuloDepois que o sol se pôs e veio a escuridão, eis que um fogareiro esfumaçante, com uma tocha acesa, passou por entre os pedaços dos animais. Gênesis 15.17

Na semana passada vimos que em nossa história de amor com Deus, uma aliança gera o cumprimento da promessa: Deus vai passar através da nossa história para abençoar todas as famílias da Terra. A partir desta perspectiva, o que podemos aprender com estes 12 livros históricos?

1. Enterre seu Moisés – Cuidado com o passado.

  • Moisés foi único, foi natural que Josué e o povo ficassem estáticos com a sua morte. Deus chama a atenção para o fato de que eles tinham que tomar a decisão de enterrar definitivamente o passado para que a vida continuasse. Quais os perigos do passado?

a. Ah como era bom!

  • Quando nosso passado foi maravilhoso somos tentados a fugir para lá todas as vezes que o presente fica difícil. Nostalgia é um sentimento perigoso de deslocamento da história presente. E só existe um lugar onde Deus pode nos achar, hoje.
  • O Diabo lustra alguns eventos para que nos seduza e automaticamente nos congele e faça de nós um murmurador e sem esperança.
  • A verdade é que nem tudo foi tão bom. Josué ouviu de Deus que ele seria com ele como foi com Moisés.
  • Quando enterramos nosso Moisés estamos prontos para superar nosso passado.

b. Ah como foi ruim!

  • Alguns eventos nos deixam marcas profundas. É inegável que algumas delas querem determinar quem somos, nossa decisão é se vamos deixar ou não. Um passado difícil pode nos dar referencias erradas para o presente e limitar quem somos.
  • Satanás mais uma vez “doura a pílula”, traz insistentemente à memória acontecimentos isolados que nos trazem dor. Esquecemos que ao mesmo tempo muitas coisas boas aconteciam ao nosso redor. Nem foi tão ruim!
  • Supere seu passado, deixe que a voz de Deus, e somente ela, determinar quem você é que quem pode vir a ser.

2. Queremos um Rei – qual é a vontade de Deus?

  • A monarquia entra em Israel de uma maneira inusitada, Deus abre uma concessão para atender um desejo do povo, então permite que Samuel, o ultimo Juiz, unja Saul, o primeiro Rei.
  • Toda a história da escolha de Saul foi marcada por coincidências. Deus estava manipulado a história? Ou apenas se aproveitou dela?
  • Não é a mesma pergunta que nos fazemos hoje? Qual a vontade de Deus? O que esta acontecendo é direção de Deus, ou fui eu quem quis?
  • Este tipo de crise pode atrapalhar nossa caminhada. Olhar para traz e solucionar todas as equações da vida só vão lhe conduzir a uma neurose.
  • Saiba que Deus não é pego de surpresa e ele não se desilude porque nunca se iludiu. Quando Deus decidiu passar em nossa história, sabia erraríamos. Ainda assim permanece misturando a Sua história com a nossa.
  • Faça uma oração adulta: Eu não sei como cheguei até aqui, nem entendo tudo. Talvez a minha história inclusive seja feia e louca. Assim como Davi, passa pelo meu caos e transforma em algo útil para sua glória.

3. Ladeira a baixo – o reino divido.

  • Israel se divide e vai de mal a pior como Deus já havia avisado. Os reis são um grande decepção. Nesta hora Deus cumpre sua promessa de preservar uma nação que seria ventre do Messias. O foco está em Neemias, Esdras, Zorobabel, Ester, Rute etc. Pessoas comuns, que não desejaram serem reis, e sim, tão somente fazer o que era agradável ao Senhor.
  • Deus só precisa de uma pessoa para passar em sua casa, no seu trabalho ou na sua faculdade. Mas não alguém que queria ser rei, e sim alguém que esteja disponível para ouvir como Ester ouviu: quem sabe não para isto que Deus te colocou como rainha.

 

O caráter Eterno de Deus – O Pentateuco

Posted by | Esboços | No Comments

Deus nos oferece seu cartão de apresentação

  • Os cinco primeiros livros da sua Bíblia podem ser divididos em 3 grandes recortes. Em todos eles vamos buscar perceber o que Deus apresenta de si. Só existe um Deus e Ele diz como é, através do Pentateuco.

O carater de Deus - Pentateuco1. Tudo começa em Deus - Gênesis de 1 a 11

  • Tudo que é original é melhor, a matriz é mais pura, o inicio é mais organizado. Se nada existe antes de Deus, tudo partiu Dele, e tudo que Deus faz é perfeito.
  • Não leia como fábulas, mas como histórias que foram contadas de pai para filhos, mas que não há motivos para duvidar que tudo foi do jeito que está escrito. Apesar de alguma linguagem alegórica, leia como uma criança e se preocupe mais com o que entendeu do que o que não entendeu.
  • Se o seu modelo é algo menor que Deus, é como um inseto que gira em torno de uma lampada até a sua morte. Quando organizamos nossa vida a partir de Deus, apontamos para o que é perfeito. Humanidade, família, sociedade e espiritualidade em geral.

2. Deus escolhe uma família. – Gênesis 12 a 50

  • Ainda em Gênesis 3, Deus promete que um filho nascido de mulher pisaria a cabeça da serpente. Para isto é necessário uma família, uma comunidade e um povo. Deus mostra sua soberania garantindo que isto aconteceria na plenitude dos tempos através de Jesus.
  • Ele escolhe Abrão para miraculosamente gerar Isaque e Isaque a Jacó. Um dos milagres desta proteção divina é quando José, um filho de Jacó se torna governado do Egito, protegendo assim a família patriarcal de uma fome mundial.
  • Deus não precisou, mas escolheu se comprometer através de promessas que passaria no meio das vidas que tivessem uma aliança com Ele. Um claro ato de amor. Mas se Deus quer abençoar e nós queremos ser abençoados, o que falta?
  • Isto fica claro na historia de Jacó, que pediu a benção mas só recebeu após ter sua vida transformada por Deus, até seu nome mudou de “usurpador” para Israel “príncipe de Deus”.
  • Deus quer passar na sua vida, para isto renove sua aliança com Ele e descanse na fidelidade de um Deus de alianças e promessas.

3. Um espelho Cruel - Êxodo, Levítico, Número e Deuteronômio.

  • Moisés é escolhido para libertar o povo de um sofrimento de 430 anos no Egito, é uma figura ímpar na Bíblia, um arquétipo de Jesus ao interceder pelo povo.
  • Ele pega um ajuntamento de descendentes de Abraão e entrega uma nação com constituição, liturgia, sacerdócio e identidade.
  • O mais importante deste período de 40 anos onde Moisés lidera o povo é a apresentação da lei. Para que serve a Lei?

a. Proteção.

  • Leis tribais de proteção moral e de higiene na peregrinação. Algumas delas se tornaram identidade para quem é judeu (circuncisão e sábado) outras caducaram e outras foram interpretadas espiritualmente pelo Novo Testamento.
  • Tolo é quem se lança contra os muros de proteção que Deus construiu ao nosso redor. Não adultere, não cobice, não mate.

b. Condenação.

  • A lei é um espelho cruel, pois apresenta um Deus santíssimo, único e perfeito. Isto denuncia nosso pecado, é isto que vemos quando somos honestos num espelho, nossos defeitos.
  • Romanos 3.20 diz com todas as letras que ninguém é justificado pela lei. A lei serve para dizer que não conseguimos cumprir e assim sentir necessidade da graça de Deus.
  • Seja o melhor discípulo que puder, busque a perfeição e a santidade, mas nunca se esqueça de olhar no espelho e lembrar que se não fosse a graça, todos nós sem exceção, estaríamos condenados eternamente.
  • A lei mostra o caráter justo de Deus e aponta para a graça salvadora de Jesus.

O Pentateuco nos mostra que precisamos de Deus.

A Bíblia pela própria Bíblia

Posted by | Blog do Osmar, Esboços, Estudos e devocionais | No Comments

IMG_8965

A Bíblia é uma carta de amor de Deus para o homem.

2 Timóteo 3.16 e 17

  • toda a Bíblia. Nem 65 nem 67, mas os 66 livros.
  • inspirada: foi soprada aos escritores, tornado-da singular.
  • útil para a eternidade. Lucro para a vida e o pós morte.

1. Para ensinar.

  •  a cada vez que a lemos, aprendemos algo novo porque não tomamos banho no mesmo rio 2 vezes.
  • se você é uma ou um ancião, se quiser, vai aprender, se é uma criança Deus falará com você a traves dela.

2. Para repreender.

  • mesmo não sendo agradável, a Bíblia é um gabarito moral e ético.
  • assim como nossos filhos precisam ser alertados, a Bíblia nos corrige por amor.

3. Para corrigir.

  • mais do que apontar o erro, a Bíblia aponta para a cura. Ser tratado é uma opção.
  • nem todos querem ser curados porque vai doer e vai ter que trabalhar.
  •  as vezes dói, mas é sinal de que está sarando.

4. Instruir na justiça.

  • agora Paulo já fala de algo interno, uma chamado a ser treinado na virtude, até que seja natural.
  • você é o que você come, se nos alimentarmos da Palavra, nos tornaremos cartas vivas.

Você quer sair da mediocridade? Deixar de depender de apostilas e cursos, ou de outras pessoas que mastiguem pra você? Deixar de ser um bebezão?

Então “conheça a sua Bíblia”, ela te fará apto para toda a boa obra.

Assista a mensagem completa  AQUI.