Ame seus filhos, demonstre este amor

Quando lemos em Mateus 18:1-7, encontramos um modelo de criança no qual Jesus disse para nos tornarmos. Uma criança pura, modelo para a humanidade, onde Jesus é identificado, onde encontramos o mais sincero amor. Mas será que hoje podemos encontrar essa criança que Jesus usou como modelo aos seus discípulos para exemplificar quem seria maior no Reino dos céus? Hoje vemos notícias nos jornais de crianças que são modelos de vida para a sociedade?

Meu coração entristece e chora ao saber que nossas crianças estão perdendo sua essência. Como uma criança mata o pai, corta a cabeça fora e sai andando com ela nas mãos? Eu não estou falando de um filme de terror, meus queridos, estou relatando fatos que ocorreram recentemente! E, vendo isso, muitos devem perguntar: “Onde foi que seus pais erraram?”.

Você pode não encontrar essa criança “monstruosa” dentro da sua casa. E espero que nunca encontre! Você pode se sentir aliviado em pensar que jamais seu filho se pareceria com uma criança assim. Porém, vivemos em uma sociedade que caminha cada vez mais para essa realidade pela falta de estrutura, preocupação e envolvimento das famílias. E nunca conseguiremos reconstruir esta sociedade cruel sem investimos na vida das crianças.

Se vocês, pais, esperam um futuro melhor para seus filhos, comece-o vivendo hoje!

Lá fora, se encontramos crianças que vivem um presente destruído, é porque elas já passaram por um passado pior ainda! Não permita que a infância de seus filhos seja bruscamente amputada. Não deixe que sua essência, sua pureza, o modelo que Jesus nos deixou se perca. Lute por isso! Lute por eles!

Ivone Botelho, em uma palestra, apresentou um modelo ideal de família. Veja abaixo uma breve relação de algumas necessidades básicas da criança. Gostaria que refletisse comigo em cada item.

  1. “Toda criança necessita de pais ajustados emocionalmente e espiritualmente, que amem e demonstrem este amor aos seus filhos.”

Como está sua vida emocional e espiritual? Que exemplos seus filhos têm visto em seu relacionamento com Deus e com o próximo? Reconheça perante eles que você erra, fica preocupado, triste, zangado e saiba pedir perdão também.

  1. “Toda criança necessita de pais amorosos, presentes e relacionais.”

Quanto tempo você tem separado para brincar, conversar e se interessar pela vida de seus filhos? Você é amigo(a) de seus filhos? Seus filhos sabem e sente que você os ama? Verbalize seu amor!

  1.  “Toda criança necessita de casa, comida, vestimenta.”

Você tem proporcionado aos seus filhos aquilo que eles realmente necessitam, ou aquilo que você compensa pela falta de tempo ou carinho? Por outro lado, o quanto nos importamos com as crianças que não sabem direito o que é isto? Nossas crianças sabem repartir o que tem?

  1. “Toda criança necessita ser significante, ter valor, senso de dignidade.”

Um dos maiores erros da igreja é pensar que “as crianças são a igreja de amanhã”, e erram muito mais os pais que preferem não dar o devido valor aos seus filhos, porque eles “ainda” são pequenos. Valorize o que há de melhor em seus filhos, mostre-os o quanto você os admira e aprende com eles.

  1. “Toda criança necessita de limites e disciplina.”

O amor exige disciplina. Não quero entrar na discussão se usa a vara, castigo, ou uma franca conversa. Apenas faça. Com muito amor, é claro!

  1. “Toda criança necessita conhecer a Deus.”

Como eu disse no post anterior, ande com ela NO caminho e não apenas aponte o caminho. Na IBBR, temos oferecido de diversas maneiras oportunidades para as crianças crescerem e conhecerem a Deus. Mas nós apenas fazemos parte do processo, pois vocês, pais, foram escolhidos para essa missão tão linda de apresentar-lhes Deus!

Não vamos permitir que nossas famílias sejam atingidas por essa mancha do pecado que tem rodeado a sociedade. Vamos lutar contra isso. Vamos combater essa realidade tão triste. Nós temos o dever de fazer diferente!

“Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”. Mateus 5:16

Fernanda Bueno é ex-ministra do Ministério Infantil da IBBR.

A opinião expressa neste blog é responsabilidade do autor.