2015 dezembro

Crente pode pedir impeachmant de algum governante?

Posted by | Blog do Osmar | No Comments

collor2Primeiramente me perdoem pelo título sensacionalista, não desejo tratar apenas da questão sugerida acima. Alguns responderiam prontamente: “- Não só pode como deve!”. Outros citariam o versículo de Romanos 13.1 que diz que “toda autoridade é constituída por Deus”, e diriam que não.

A resposta rápida é sim, pois numa democracia quem coloca e tira o governante é o povo. Coloca pelo voto e tira pelo voto ou de outras maneiras previstas em lei como o impeachment. E onde Deus mostra sua soberania nisto? Deus tem compromisso com seu plano de salvação e com o novo céu e nova terra, esta terra ele deu aos homens (Salmo 115.16), então sociedade é o que fazemos com a ordem dada a Adão para governar o paraíso. Sendo assim, ainda que um governo corrupto esteja no poder, Deus não perdeu o controle e a sua soberania. Tirar esta pessoa do poder e colocar alguém que governa para todos e não apenas para si ou para uma faixa da sociedade, é dever nosso na democracia. Não cabe aqui o discurso de que devemos aceitar gente injusta no poder por causa de Romanos 13.1, de forma alguma! O voto está aí para a mudança do poder, a democracia não é perfeita, mas como disse Winston Churchill: “A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas.”

Isto posto, vamos ao que interessa a meu ver. Se  o processo atual de impeachment da presidente do Brasil Sra. Dilma Rousseff é legitimo, vamos esperar que as instituições democráticas façam seu papel corretamente. Com certeza em meio a muito jogo político, mas temos que acreditar em nossas instituições, ou voltamos a ditadura ou avançamos para a anarquia. Meu ponto é que tenho ouvido alguns cristão e outros que não professam o cristianismo abertamente, mas sempre foram pessoas éticas e justas dizendo que não interessa a legitimidade do processo, primeiro tiramos a presidente depois decidimos o que fazer – dizem eles. Ou alguns, mais explícitos, que dizem que deve se segurar o presidente da câmara Eduardo Cunha no cargo, mesmo sendo clara a sua falta de decoro, porque ele é o único que pode fazer este processo andar. Opa, então vale tudo?

Acabei de assistir Jogos Vorazes a pedido do meu filho. Para o gênero a que se propõe, é um filme excelente nas suas abordagens sociológicas. Tentando não contar o final do filme, a moral é que quando estamos debaixo de um governo opressor temos que tomar cuidado com uma armadilha muito sutil, o de pagarmos na mesma moeda e nos tornarmos semelhantes àqueles a quem queremos derrubar. Talvez esta seja a grande mudança que deve ocorrer, nunca, absolutamente nunca, se valer de processo ilícitos para justificar um bem maior. Esta é a proposta cristã, isso mesmo, radicalmente contra qualquer jogo de poder que se valha de manipulação e vistas grossas. É interessante como a igreja se cala nestas horas, ou até faz vistas grossas a Eduardo Cunha com a esperança de que ele retire Dilma do poder, chega a dar náusea. Mas é bem típico da religião fazer o jogo da política, em 1645 o teólogo jesuíta Hermann Busenbaum (Medulla theologiae moralis) disse: cum finis est licitus, etiam media sunt licita (“Quando o fim é bom, também são os meios”), uma lógica abertamente contrária aos ensinos de Cristo.

Por isto quero com este post mostrar que se queremos (e devemos) ter posições políticas como cristãos, devemos antes lembrar dos valores que não devemos abrir mão por nada neste mundo. Se é a favor do impeachment, faça o com argumentos e sem passar por cima de nenhuma verdade democrática. Se é contra, o faça de maneira ordeira e também argumentativa. Mas se é cristão, não negocie a sua fé de jeito nenhum.

 

 

Servindo nossa geração através da Recriar – Família e Adoção

Posted by | Pra você | No Comments

Na IBBR temos como objetivo servir a nossa geração e, com isso, buscamos maneiras para colocar em prática nossos dons e talentos de forma que alcance pessoas com o amor de Jesus.

Todo domingo, logo após a celebração, uma célula está trabalhando na cantina e o valor arrecadado com as vendas de lanche é revertido para a instituição Recriar – Família e Adoção até o final de 2015. Até o mês de novembro já arrecadamos R$ 1.298,00.

Se você quiser contribuir de outras maneiras também, temos um cartão fidelidade com a Recriar que pode facilitar sua organização. Mais informações com Pr. Samuka Almeida, Mário André ou na Central IBBR.

Saiba mais sobre a Recriar: “Nosso ideal é proporcionar a todas as crianças e adolescentes o direito indiscutível de viver em família, e a todas as famílias o direito e as condições necessárias para manterem seus filhos.” Mais sobre o projeto aqui: http://www.projetorecriar.org.br/site/

 

 

IMG_0438 (1)