2015 junho

Discordância e respeito

Posted by | Blog do Osmar | No Comments

Não acho estes termos tão paradoxais assim, mas quando os ânimos estão exaltados parece impossível conjugar tais expressões na mesma frase.

No contexto da família em Efésios 5 diz-se que a palavra para o marido é “amor”, e para a esposa é “respeito”. Deus sabe qual é a atitude que conquista o outro. Quando o que exerce a função de liderança ama como Cristo, a atitude do submisso é respeitar com alegria. Estas duas atitudes se misturam entre os envolvidos na relação.

Dei esta introdução bíblica para mostrar algo prático hoje. Respeitar nem sempre é concordar. Talvez a melhor forma de respeitar é continuar discordando sem deixar de estar juntos. A família é o melhor exemplo disto, a igreja também vive esta dinâmica semanalmente. Precisamos aprender a depor as armas sem abrir mão das nossa convicções. A única maneira de fazer isto é respeitando a opinião do outro.

Somos o povo que respeita a liberdade, até a liberdade de ver o outro destruindo sua própria vida. Aprendemos isto diretamente com Deus, Deus não nos coloca cabrestos, ao contrário, nos criou livres e depois da cruz ainda nos dá mais liberdade agora de consciência. Sim, Deus é o grande libertador. É como o pai que dá liberdade para o filho e o melhor que pode fazer é ir chorar no enterro dele. Sim, isto é liberdade.

Respeitar não é concordar, mas é concordar com a liberdade de cada um. Mesmo que fosse possível impor nossa verdade aos outros, este não foi o caminho de Deus, Deus não impôs isto a ninguém, ainda que pudesse, ele optou pelo caminho do arbítrio humano, nos colocando em posição de responsáveis. O cabresto dá a responsabilidade ao vaqueiro, a liberdade faz de nós adultos.

A lei nos trazia no cabresto, a graça nos coloca em posição de livres, não independentes, mas livres. Saber enxergar que nem todos veem como nós vemos e percebem o que percebemos e nem foram iluminados como fomos (criação, experiências, ensinos) nos faz abraçar o outro e conversar com o outro a partir do que ele vê. Por isso Jesus veio ao mundo, e não só isso, mas comia com gente de má fama, não porque concordava, mas porque respeitava suas opções à luz do que conheciam ou desconheciam.

É muito fácil você ter sido criado na Escola Bíblica e falar de contextos que só você conhece. O problema é que ninguém tem obrigação de saber algo se não lhes for explicado, e isto só acontece hoje quando existe RESPEITO. Vamos voltar ao contexto da família? Quando existe amor da parte do marido e respeito da parte da mulher, e vice e versa, acontece o milagre da bênção de Deus. Um pedaço do reino de Deus.

Era isso que tinha a dizer. Está dito.

 

 

“Atos do Espírito Santo” é tema da nova série de mensagens

Posted by | Estudos e devocionais | No Comments

No dia 21 de junho iremos iniciar uma nova série de mensagens: “Atos do Espírito de Santo”. Durante esta série as mensagens irão expor o livro de Atos. O que acontece em uma igreja que decide viver cheia do Espírito Santo? Vamos responder esta pergunta conhecendo a comunhão da igreja e seu avivamento no livro de Atos.

Você pode conferir as pregações da IBBR clicando AQUI.

Venha participar conosco. Também fazemos transmissão online ao vivo.

Todo domingo às 10h e às 19h | Av. Des. Hugo Simas, 1772 – Bom Retiro.

 IMG_6648